só isto é uma loucura

o mundo é a casa dos loucos. talvez agora consigas entender porque vives aqui. a vida deve ser encarada como ela é. uma loucura. o melhor é poder ver cada tipo de louco e perceber que existem loucos mais loucos que tu. não és louco? e não é loucura estudar anos, trabalhar para o resto da vida, beber até cair e festejar até amanhecer? na verdade eu até gosto da loucura .. se não fossemos loucos o que faríamos então? a loucura já se tornou numa profissão nas nossas vidas e é o que fazemos melhor. sinceramente? se toda essa loucura não existisse, eu arranjava uma maneira de a inventar.







48 comentários:

Marta ☮ disse...

acho que toda a gente um pouco de loucura dentro dela, ás vezes faz bem (:

Susana Milheiro disse...

como se chama a música ? é que é mesmo linda , e fazes textos espectaculares * (:

catarinap. disse...

adorei*

RuteRita disse...

tens toda a razão princesa.
os que não são loucos, perdem o divertimento todo

dannie disse...

adorei!
está lindo filipa, e tens toda a razao, se toda esta loucura nao existisse, nós teríamos que a inventar :c

pois, a mim também, mas desta vez vou seguir a cabeça, é realmente o melhor e assim não sofro (tanto) como sofreria se fosse lutar por uma causa perdida.

Susana Milheiro disse...

obriga e obrigada princesa(:

Única e Exclusiva disse...

Qdo eu sou louca a vida corre melhor, qdo encaro com seriedade esta loucura fica mt ruim de vê-la. Tens toda razão. Sejamos sempre loucos!

bjs meus

joanarocha :) disse...

gostei mesmo :)

raio de sol disse...

és fantástica!

RuteRita disse...

não está nada demais amor

RuteRita disse...

- Agora decide-te ! Vens na viagem ou ficas a ver o comboio passar ?

" Talvez a tua promessa me convencesse a ficar, pelo menos, mais um tempo por cá. Contudo passei dias a fio inventando formas de resolver a falta da tua ausência e procurando alquimias que me acalmassem a dor que tu, por grande estupidez e falta de compaixão, deixas-te num momento em que devo confessar que não era o melhor. No tempo em que a idade e o amor não perdoam, eu vi-te exercer um cargo deveras importante para mim. Eu sabia que se naquele momento colhesses a flor mais pequena, isso significaria que iria ficar sem ti. E a todo o custo eu tentava mostrar-te que além de todas as tuas atitudes e alucinações embaraçosas, eu desejava-te. Repartia contigo toda a minha felicidade. Ter-te comigo já era um grande troféu naquela altura e só isso, enchia a minha cabeça cheia de coisas boas. E por isso guardava-a para mim e para ti, porque eu sabia que um dia (...) um dia irias precisar tanto dela como eu, ou ainda mais.
De certa forma devo admitir que me fascinava a vida que levavas por detrás dessa mascara que usavas, disfarçada por um ar sedutor e de rapaz calma e sem compromissos. Admirava tanto isso em ti que cheguei a um ponto de te amar somente pela pessoa que eras com os outros e não comigo. É ridículo não é ? Na verdade, nos amámos sempre alguém perante o que ela significa para nós ou então, pelo que nos dá. Mas tu não davas nada e eras tão simples comigo que, a ilusão foi dando lugar à realidade. E sim, eu deixei-me ir da forma mais natural que se pode ir. A burrice !
Começava a olhar para dentro de ti e já não via aquela grande admiração. Nem isso, nem a tua beleza superficial. Eu não via nada. é só para que saibas que, aos sonhos também a velhice se apodera de tal. ela nunca dorme, assim como o amor e a confiança que em todo o caso eram e são a chave de um amor verdadeiro. e tu não podes viver agarrado ao passado.
Aprendi que, se não der-mos valor ao que realmente importa e deixar-mos voar a magia que existe, qualquer dia o amor, o sujeito composto e o verbo existir, bem (...) esses deixam de fazer sentido. Contudo podemos sempre dar mais atenção ao amor e aprender com as nossas grandes virtudes.
Aqui e agora, confesso-te que lutei até a aceitar, finalmente, a derrota e ver que não seria feliz desta maneira. Ninguém o é, e tampouco se acostuma a ser.

RuteRita disse...

O meu olhar, continuava então, seguindo todos os teus passos. Perguntava-te quase sempre a causa de seres assim e de me mostrares sempre um riso melancólico.
Naquela altura sim, eu sabia que não conseguiria viver o presente sem antes me perder, por uma bocadinho que seja, nas ruas do desespero. Eu queria reencontrar-me e queria também, de certa forma, construir castelos na areia e vê-los afundarem-se com a força do mar. Assim como o nosso amor se afundou, como um grande barco que era. mas para me encontrar, tenho quase sempre, de me perder.
E então aí e mais uma vez, os nossos sonhos deram lugar à exaustiva plenitude do amor. Uma coisa é certa, a partir daí todos os dias me fui convencendo de que era feliz assim. Sozinha, com a minha casa desabitada e a minha cabeça limpa. E que também tinha sido muito feliz à beira do homem, a quem naquela altura designava de homem da minha vida. E com isto digo também que não me arrependo de todo o tempo e desigualdade que ambos passámos. Não me arrependo porque afinal de contas, nós tivemos e teremos sempre corações maiores que o céu. E isso ninguém nos pode tirar ! E por isso mesmo erguemos as nossas cabeças e pusemos-nos a caminho. Afinal de contas o caminho é feito a andar. "

amo-te sempre.

M disse...

tens muita razão! Muitas vezes até faz bem termos essa loucura.

Colete Leite disse...

eu amo este blog, tudo o que escreves é tão tocante e as palavras que proferes ficam sempre na minha cabeça.
ai a loucura *o* beijinho!

L' disse...

Obrigada :$
"o mundo é a casa dos loucos" , lindo, lindo, lindo :o

*L.E.S* disse...

yeah :D

ana disse...

Obrigada :)
Ora nem mais, se não existisse tinha que se inventar !

T e l m a * disse...

Se a vida não for vivida assim, como uma loucura... Num tempo próximo torna-se uma rotina (...)

dannie disse...

obrigado e desejo-te o mesmo !

Filipa disse...

Não tenhas duvidas, de uma forma oude outra somos todos loucos querida :)

Martinha disse...

A vida sem loucura, sem esse tipo de sentimentos que nos estimulam a viver, e mesmo sem alguma insanidade... era como um pãozinho sem sal, uma mera passagem desinteressante. Se a vida não tivesse loucura, teríamos que a inventar, mesmo.

maria disse...

loucura é o que torna a nossa existencia numa vida ! ;D

Little T. disse...

vamos ser loucos todos os dias!


gostei muito!♥
beijinho

Martinha disse...

Já tinha saudades de vir ao teu cantinho e ler estes textinhos que me deixam ainda mais "louca"! :)
Perfeitas como sempre, todas as palavras que ousas escrever*

● mariliaqueiroz ● disse...

és um amor (:
gosto !

- o que quer que seja, vem de dentro. disse...

está lindo (:

Sara Pereira disse...

Não tens de agradecer nada, é apenas a verdade :)
E adoro o texto, é mesmo verdade, é a coisa que melhor fazemos ! *

tânialopes! disse...

obrigada eu $:

Ana disse...

E viva a loucura!

*

joanarocha :) disse...

oh, és uma querida *-*

ana disse...

como estás tu? :)

● mariliaqueiroz ● disse...

não precisas de agradecer (;

ana disse...

nem bem, nem mal, estou normal! :)
que passa?

patrícia amado disse...

ser louco é bom! adorei querida :)

Martinha disse...

Oh, fofinha és tu mais o teu cantinho! Tenho muito gosto em vir aqui! :)

L' disse...

Obrigada fofinha ;D

Isabel disse...

Está lindo querida <3

ANA RITA disse...

adoro, a vida é mesmo uma loucura!

Sil. disse...

ADOREI :) é assim mesmo!
sigo-te também* adorei o teu blog!
beijinhos*
ps. não te vejo nos meus seguidores :$ mas muito obrigada por seguires-me e por comentares! :)

Only disse...

Muito obrigado, mesmoo! *.*

A loucura faz parte da vida, sem dúvida! ;)

Sigo*

raio de sol disse...

TENHO SAUDADES TUAS ♥

Isabel disse...

Obrigada querida <3

T e l m a * disse...

E eu concordo contigo.

joana disse...

Adorei, super bonito!

disse...

gostei muito do blog, sigo :)

ANA RITA disse...

tu também tens toda a razão querida :)

Martinha disse...

Fantástica és tu, já te disse! Além de escreveres lindamente! Eu não te conheço pessoalmente mas por tudo o que vejo no teu cantinho, todas as palavras, toda a simpatia, deves ser uma pessoa incrível! :')

claudiarodrigues* disse...

a loucura sempre me atraiu, é uma das grandes virtudes da vida !
vou seguir*