desapareces-te . foste sem nada dizer. lembrando a ultima coisa que me disses-te: "nunca te esqueças que te amei, amo e sempre te amarei, como ninguém", corri em tua procura. eu fiz tudo para te encontrar, eu procurei-te por toda a parte, eu procurei-te por todos os sítios que costumavas frequentar, por todo o lado que costumavas ir, e por todo o lugar onde era possível tu estares. corri a cidade fria, em tua procura, e nem sinal teu.
foi difícil, muito difícil mesmo, o momento em que pensei que de certo que nunca mais te iria voltar a ver, nem sentir. custou muito, senti um enorme aperto no coração. senti a minha alma com uma ansiedade e um enorme desejo da tua. parei por um momento, tentei ficar calma. mas nem eu nem o meu amável coração conseguimos negar que foi impossível, sentir serenidade nem calma, naquele doloroso momento. já no regresso a casa, a noite escura, e os candeeiros altos de rua, faziam brilhar as lágrimas que rolavam pela minha face, escorriam pelo meu pescoço, e só paravam no meu peito, perto do coração, como que para o reconfortar, talvez (...)


(continua)

11 comentários:

Catarina disse...

Força querida ♥
nem sabes o qnt t compreendo.

juca ♥ disse...

esta lindo ♥

Catarina disse...

nao tens de que

catarinacosta disse...

tão lindo , meu deus *-*

Cláudia Branco disse...

força :)

Marta ☮ disse...

força *

juca ♥ disse...

obrigaada eu filipa :')

maria disse...

esta lindo amor :$ triste mas lindo :$

cris disse...

então amor, estás bem? :s

catarinacosta disse...

sim , mesmo :$
és lindoo

Marta ☮ disse...

obrigada eu ♥